Programação Do Simpósio Temático

(15 min. cada apresentação)



12/11 - TERÇA - FEIRA ÀS 14:00H


Arte, Percepções Estéticas e De(s)colonialidades
Sessão 01


A perspectiva de (de)colonialidade em artistas e premiações nacionais.

Ian Keven Silva Bento (IFBA).
Orientadora: Prof. Ma. Verônica de Souza Santos (UFBA/IFBA).


Bando de Teatro Olodum: arte como ferramenta no combate ao racismo no contexto sociocultural brasileiro.

Gildete Paulo Rocha (UNEB).
Priscila Borges da Cunha (UNEB).


Bluesman: retomada da identidade negra em Baco Exu do Blues.

Dalila da Silva Rosário (UNEB).
Quézia Figueiredo de Sá (UNEB).
Sidimar Costa dos Santos (UNEB).


Em São Francisco do Conde tem letramento, boi, batuque e ciranda: na Escola Maria Lúcia Alves, a molecada canta, batuca e dança.

Leonardo das Chagas Silva (UFBA/IFBA).


Escrevivências de Conceição Evaristo em palavras e imagens.

Eliana Costa Sausmickt (IFBA).


Ponciá Vicêncio de Conceição Evaristo: a busca pelo autoconhecimento como instrumento de resistência.

Gildete Paulo Rocha (UNEB).


Representações da violência e autoritarismo no conto afro-brasileiro.

Bougleux Bonjardim da Silva Carmo (UNEB).


Um Defeito de Cor: afetividade num corpo em disputas.

Dayana Rodrigues Pereira (UNEB).
Orientador: Mr. Márcio Ramos Junqueira (UNEB).



Corpo, Gênero e Sexualidade:
Perspectivas De(s)coloniais e Re(e)xistências
Sessão 01


Aldeia Patiburi em Belmonte: uma história de violência, ameaças e a resistência da mulher indígena tupinambá.

Fabio Pereira de Carvalho (UFSB).
Maria do Carmo Quirino de Almeida - Cacique Cátia (UFSB).


Elas em Mim: ausências, emergências e ancestralidade do corpo negro em cena.

Edna Conceição Pereira Santos (UFSB).


Epistemologia do Ser: o que pode o corpo feminino?

Gheisa Santos Lisboa (IFBA).
Márcia Thayane Gomes Costa (IFBA).


História das mulheres indígena tupinambá no Brasil.

Jodilce Santos (UFSB/Escola Municipal Victurino da Purificação Figueirêdo).
Fábia Ribeiro (UNILAB).


Mulheres Negras: uma desconstrução ideológica.

Ananda Isis (UNEB).
Alessandra Moreno (UNEB).
Eliana Santos Lorrainy Brito (UNEB).
Norma Paula (UNEB).
Gildete Paulo Rocha (UNEB).


Necropedagogia da Crueldade: as masculinidades tóxicas e seus reflexos em corpos vulneráveis.

Rozemberg Guimarães Silva (UFSB).
Alexandre de Oliveira Fernandes - Alexandre Osaniiyi (IFBA/UFSB).


Relato de Experiência: a prática educativa como estratégia de enfrentamento da violência obstétrica.

Jean Cristina Carneiro Rios (IFBA/UFSB).
Milton Ferreira da Silva Junior (UFSB).



Educação e Interculturalidade
Sessão 01


A abordagem da identidade híbrida do negro contemporâneo nos estudos da educação para as relações étnico-raciais.

Juciene Silva de Sousa Nascimento (UNEB).


A autoria negra feminina ganha as escolas de Porto Seguro.

Flávia Costa de Oliveira (IFBA).
Verônica de Souza Santos (IFBA/UFBA).


Cultura digital em movimento nas lutas dos povos indígenas.

Sosígenes do Amaral e Silva Junior - Jaborandy Tupinambá (Terra Indígena Tupinambá de Olivença)


Intercâmbio Cultural e Territorial: experiências de uma educação diferenciada na Escola Indígena Pataxó Aldeia Velha.

Angelo Santos do Carmo - Ângelo Pataxó (UFSB/Liderança Aldeia Velha).


Narrativas e saberes ancestrais: do bairro Juca Rosa para o ensino das relações étnico raciais.

Claudia Vanessa Gomes Moura (UFSB/CSC)


Multiculturalismo no aprendizado de língua materna.

Jéssica Fraga Santos (UNEB).


O papel da autoria pataxó através da escrita: meu ser, minha voz.

Adriana Pesca (Escola Indígena Pataxó Coroa Vermelha / UFSB).


Práticas linguageiras dos pataxó de Aldeia Velha e suas inter-relações na (re)construção de saberes.

Keyla Silva Rabêlo (IFBA/UERJ).


Sobre a autoria negra masculina na biblioteca do Ifba – campus Porto Seguro.

Robert Santos DIAS (IFBA).
Profa. Ma. Veronica de SOUZA Santos (IFBA/UFBA).



Educação e Interculturalidade
Sessão 02


A educação intercultural contra os processos crescentes de exclusão social.

Tania Alves Maciel - Tamikuã Pataxó (Colégio Estadual Indígena Aksã Pataxó)


Classes multisseriadas.

Alan Santos Nunes (IFBA)


Candomblé e Cinema de Animação: estratégias de resistência e difusão de conhecimentos tradicionais.

Pâmela Peregrino (UFSB).
Robson Marques (IFBAIANO/UFSB).


Mulheres africanas e indígenas na liderança, na soberania alimentar e na literatura: ensinos e aprendizagens de possíveis intersecções contra hegemônicas.

Quelia Dias de Carvalho (UFSB).
Lucicleia Santos Batista (UFSB).
Shirley Ribeiro de Souza Amaro (UFSB).


Olhares sobre as relações étnicas na escola da comunidade do Tremembé – Maraú-Ba.

Ana Angélica Leal Barbosa (UESB).
Hélga Pinheiro Dias (UESB).


Pretos velhos e gramilleros, mamas viejas e pretas velhas: ressignificando o ensino de língua estrangeira - espanhol.

Ana Caroline da Silva Santos (UFSB).
Orientadora: Lidyane Ferreira (UFSB).
Coorientador: Alexandre Fernandes - Alexandre Osaniiyi (IFBA/UFSB).


Projeto educativo decolonialidade na educação básica: aquilombar-se a partir da escola, uma abordagem sobre a LEI 10.639/03.

Emerson Ian Soares Souza (UNEB).
Priscila Borges da Cunha (UNEB).
Silvia Souza Silva (UNEB).


Proposta educativa para os estudos de ‘sistemas de numeração’ na perspectiva da educação intercultural.

Eric Oliveira Santos (IFBA).
Fernando Reis da Gama (IFBA).
Flaviane Ribeiro Nascimento (IFBA).
Lincoln Nascimento Cunha Junior (IFBA).


Relato de Experiência: vivenciando direitos na escola.

Maria Thayná Severino de Souza (UFSB).
Pedro Henrique Monteiro da Silva (UFSB/Coletivo LGBT Flor de Lótus).



Pensamento De(s)colonial, Afrocentricidade e Racismo Epistêmico
Sessão 01


A descolonização e a importância de compreender a história como ela é.

Alice Maciel - Alice Pataxó (Colégio Estadual Indígena Pataxó Corumbauzinho).


Alodê: metodologia fundamentada na ancestralidade afrodiaspórica para resgate e difusão de saberes das comunidades tradicionais.

Jamile da Hora Barboza (Instituto Cultural Yabás do nosso tempo!).


Educação e Decolonialidade: a história da África e diáspora longe do olhar europeu.

Serinaldo Araújo (UFSB).
Maria Do Carmo Rebouças (UFSB).


Enegrecendo a Academia: estratégias de intervenção antirracista.

Danielle Ferreira Medeiro da Silva de Araújo (UFSB).
Walkyria Chagas da Silva Santos (UFSB).


Olha só o que os jovens de terreiros estão falando: os falares africanos fora do espaço religioso.

Edneide Alves Nascimento Putumuju (ODEERE - UESB).
Marise de Santana (ODERE/UEFS).


Os livros didáticos e a escrita de mulheres negras: como a (falta de) representatividade marca o racismo epistêmico.

Verônica de Souza Santos (IFBA/UFBA).


Por uma Educação Antirracista: descolonizar currículos como desafio para a construção da democracia.

Maria Virginia Freire dos Santos Carmo (UFSB).


Um projeto extensão para pensar o debate para além do cânone.

Karoline Santos Pinheiro (IFBA).
Orientadora: Verônica de Souza Santos (IFBA/UFBA).



Pensamento De(s)colonial, Afrocentricidade e Racismo Epistêmico
Sessão 02


Caracterização socioambiental do préassentamento Baixa Verde, em Eunápolis-Ba.

Cátia Santos Costa (IFBA).
Maria Aparecida Santos Brito (IFBA).
Regiane de Oliveira Almeida (IFBA).
Aldemir Inácio de Azevedo (IFBA).


Impactos socioambientais das políticas de desenvolvimento e colonização no Sul da Bahia a partir de 1950.

Ramon Rafaello Castro de Souza (UFSB).
Orientador:Francisco Cancela (UNEB/UFSB).


O trabalho infinito das relações étnicas e suas encruzilhadas.

Vanessa Caroline Silva Santos – Quitéria (ODEERE-UESB).
Danilo César Souza Pinto (UESB).


Racismo Estrutural e Segregação Racial nos Estados Unidos: análise estrutural do caso “A corredora do Central Park”.

Rafael Alves de Novais (UESC).
Liandra Rodrigues Santos Gomes (UESC).


Território Indígena Caramuru Paraguaçu: uma análise sobre a resistência do povo pataxó hã hã hãe durante o processo de retomada.

Rafael Silva Oliveira (Centro de Estudos e Pesquisas Intercultural e da Temática Indígena – CEPITI- UNEB).